pornhub
- Publicidade -

Sem Vivaldinos, Praça do Samba atrai poucas pessoas

Comparação entre fotos do Carnaval de 2013 e deste sábado mostram diferença de público (fotos: China Trindad)

Berço do samba em Poços de Caldas, a Cascatinha é ponto de encontro para a comunidade, que se reúne em grandes festas no local. Desta vez, no segundo ano sem desfile das escolas, a prefeitura organizou um evento para manter a tradição, mas a comunidade local pede maior participação no próximo Carnaval.
A Praça do Samba é conhecida por reunir centenas de pessoas para se divertir e dançar ao som da bateria da escola de samba Vivaldinos da Vivaldi. Este ano, porém, a música ficou por conta de quatro bandas, que iniciaram as apresentações às 16h.
O evento reuniu poucas pessoas, em comparação com os tradicionais eventos da Praça. Mais de duas horas depois do início, poucas pessoas assistiam ao show. Os presentes reclamaram para a reportagem do Poços Já Divirta-se. Eles sentem falta da grandiosidade dos ensaios promovidos pela Vivaldinos.
Evento teve público pequeno neste domingo (foto: China Trindad)

Orlanda Conceição Clementino, frequentadora dos eventos do Cascatinha, afirma que o evento não atendeu suas expectativas. “A prefeitura podia deixar a turma aqui da Cascatinha fazer o evento, e ajudar. Aí seria o samba mesmo”. Ela ainda acrescenta: “quando as escolas fazem, esta hora já está tudo cheio, aqui já está lotado. Semana passada a gente fez um evento aqui, e em pouco tempo já estava cheio, porque sabiam que era movimento da escola.”
O morador da comunidade Francislei Miranda diz que a cultura da Cascatinha precisa ser melhor representada. Porém, entende e apoia a destinação da verba dos desfiles para a saúde. “Se com este dinheiro foi possível salvar ao menos uma vida, eu já acho que valeu a pena”, destaca.

Veja também